..::Zip Tuga::..

Tamos á espera do teu registo, da tua parceria e da tua colaboração
 
PortalInícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seMembrosConectar-se

Compartilhe | 
 

 Net em todo o lado

Ir em baixo 
AutorMensagem
Dark force
Admin
Admin
avatar

Masculino Número de Mensagens : 515
Idade : 25
Localização : No forum zip tuga de momento
Emprego/lazer : digo-te depois
Humor : -) need help here..
Data de inscrição : 03/01/2008

MensagemAssunto: Net em todo o lado   Qui Fev 21, 2008 5:49 am

Net onde quisermos. É esta a premissa das placas de dados UMTS. Mas, e quanto à autonomia do portátil? Sai afectada?

NET EM TODO O LADO

Net onde quisermos. É esta a premissa das placas de dados UMTS. Mas, e quanto à autonomia do portátil?
Sai afectada?
Márcio Florindo

Nos dias que correm, todos querem estar contactáveis e aceder à Internet onde quer que estejam. É aqui que entram em cena as soluções móveis de comunicação, que permitem aceder à Internet praticamente a partir de qualquer lado, a qualquer hora.

TIPOS DE ACESSO

Dos tempos do GPRS ninguém guarda boas memórias. Felizmente que vivemos na era do 3G e do 3,5G, e as velocidades de download aumentaram para os 384Kbps, 1,8Mbps e mesmo 7,2Mbps – dependendo da zona país e também do esforço de actualização da rede, por parte do operador. A tecnologia da moda é o HSDPA (ou 3,5G), aquela que permite as tais velocidades teóricas de 1,8Mbps ou 7,2Mbps – este último, um valor muito próximo dos acessos mais caros e rápidos presentes nas ofertas de ADSL e cabo. Todavia, os acessos de 7Mbps ainda são raros por esta ser a mais nova das tecnologias disponibilizadas. Será muito mais comum encontrar as velocidades de 384Kbps ou de 1,8Mbps. Quando estas não estão disponíveis, ou quando o sinal for demasiado fraco, os sistemas funcionam sobre GPRS, a mais lenta e ubíqua das tecnologias.

AS PLACAS
Recebemos modelos USB e ExpressCard dos vários operadores para testes, excepto da Vodafone que não conseguiu enviar-nos a tempo o seu modelo USB. A escolha entre um modelo USB e ExpressCard é fácil, caso o seu portátil não inclua uma slot ExpressCard. Esta interface é relativamente recente e ainda existem alguns modelos de portátil que não têm este tipo de portas – como, por exemplo, os MacBooks. Caso disponha de uma porta ExpressCard, então será uma questão de preferência ou de preço. Tanto na TMN como na Optimus, não há diferenças de custo entre os modelos. Já a Vodafone vende as placas ExpressCard a um preço superior aos modelos USB.

De qualquer forma, na altura em que escrevíamos estas linhas, todas as operadoras tinham promoções em que ofereciam o valor do equipamento em comunicações. Portanto, o nosso conselho é que veja preços e tarifários na altura em que decidir adquirir um destes equipamentos, visto que os preços mudam frequentemente.

QUEM TEM O QUÊ
Os equipamentos USB são mais flexíveis porque podem ser usados tanto num portátil como num PC. Por outro lado, usar uma placa USB pode ser menos confortável porque estas ficam penduradas no portátil – o que não acontece com as ExpressCard. Os modelos USB são os mais fáceis de instalar porque se dispensa o uso de CD: os drivers e o programa de acesso à rede estão dentro das próprias placas, e basta ligar o aparelho à porta USB para se iniciar o processo de instalação.

Por seu turno, os programas fornecidos com as várias placas servem bem os seus propósitos, sendo que os modelos da TMN e Vodafone incluem mais funcionalidades – o da Vodafone, por exemplo, permite-nos ligar à operadora ou a um hot spot, caso haja algum disponível.

AUTONOMIA BOA OU NEM POR ISSO?
O objectivo deste teste não foi averiguar as velocidades de acesso dos vários operadores – já fizemos testes destes no passado. Quisemos, sim, perceber se a autonomia de um portátil varia ou não com os diferentes modelos existentes no mercado, e se há diferenças entre USB e ExpressCard. Para tal, ligámo-nos ao site da SIC em directo, e vimos televisão até que a bateria se esgotasse. As diferenças de autonomia com os vários modelos de placas são mínimas, e estão dentro das variações de autonomia que é de esperar de um portátil.

Isto significa que não podemos dizer que haja um modelo que consuma mais energia do que outro. Todavia, usar uma destas placas roubou cerca de 15 minutos de vida à bateria da nossa máquina: fazendo o mesmo tipo de teste com o Wi-Fi, obtivemos cerca de uma hora e quarenta minutos contra os cerca de uma hora e vinte a uma hora e meia com as placas UMTS. Ainda assim, este saldo é positivo porque podemos navegar em qualquer parte sem que isto signifi que uma perda signifi cativa da autonomia.

Podem ficar, por isso, descansados os mais viciados em Net. Dadas as semelhanças entre as várias propostas ao nível do hardware e das velocidades, o nosso conselho é que escolha o operador que tiver cobertura na zona onde pretender usar a Internet. As coberturas variam consoante a velocidade disponível, pelo que é sempre útil dar uma espreitadela ao site de cada operadora.

_________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ziptuga.forumeiros.com
 
Net em todo o lado
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» 10º Passeio Todo-o-Terreno Turístico "Terras de Vagos" - 28/01/2012
» Como Deixar O Forum Todo Com Borda Arredondada?
» Mudar lado de online
» Colocar chat do lado
» Três background um do lado do outro

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
..::Zip Tuga::.. :: Seccao admistrativa :: Portal-
Ir para: